Controle do Excesso de Ar

A reação da combustão gera uma necessidade de um excesso de ar para sustentar a queima completa de um combustível.

Uma queima eficiente com baixa emissão de gases poluentes (CO, NOx, HC) é conseguida quando se utiliza uma faixa estreita do excesso de ar.

Um parâmetro básico para excesso de ar é estar entre 14 á 15%, que tem uma equivalência aproximada em torno de 3% de oxigênio (O2).

Experiências e aplicações concretizaram que reduzindo o excesso de ar com a mínima emissãode CO (monóxido de carbono) e fuligem, pode-se alcançarreduções de NOx (óxido nitroso) entre 15 á 35%.

Aumentando o excesso de ar automaticamente a formação de NOx aumenta até um determinado ponto, isto é, quando a chama de um queimador recebe um resfriamento muito rápido, devido ao descontrole do excesso de ar.

Qualquer controle de processo apenas podem alcançar resultados, com o conhecimento dos conceitos básicos:

Variações dos compostos do combustível utilizado;
Variações da temperatura do ar;
Umidade relativa do ar;
Variações da pressão barométrica;
Variações conforme o processo de aquecimento;
Queimador adequado para o combustível utilizado;
Cálculo estequiométrico do processo;
Pressão equilibrada do ar/combustível;
Conhecimento da tiragem dos gases;
Analise dos gases da combustão.
De todos os conceitos explanados, o mais importante e necessário , é o da análise dos gases da combustão, que intimamente esta ligado a economia de combustível e o meio ambiente.

O descuido do usuário que não percebe que está convivendo com estes problemas,

Primeiro: A perda de combustível mau queimado, que é um cotidiano perigo oculto (“O diabo adora pessoas mau informadas”…- Papini). Existe o balanço térmico que indicapequenas perdas cotidianas, que sobrecarregam o seu custo, que está camuflado.
Segundo: A poluição ambiental, o pior dos males, que provoca a semeadura de gases nocivos, que atinge a todos e até o próprio usuário.
É inadmissível o descuido, que o ‘conceito’ perda no processo, não esteja dentro das normas técnicas.

A razão e a tecnologia já possuem soluções para tal.

Seria bem prático e inteligente se o usuário num esforço supremo conseguisse ver através da poluição, caso contrário, esta fadado ao fracasso.

E se não levar com seriedade que suas operações devem evitar danos aos seres vivos e meio ambiente.


Fale Conosco